A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Albania
Juca Quito
Major Novaes
...

ramal de Luzitania-1950
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2001
...
 
E. F. Jaboticabal (1916-1951)
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1951-1966)
JUCA QUITO
Município de Jaboticabal, SP
Ramal de Luzitania - km 8,050   SP-2095
Altitude: 648,000 m   Inauguração: 15.03.1916
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1916 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Luzitania foi o sucessor da E. F. Jaboticabal, construída por fazendeiros da região em 1916. Originalmente o projeto visava chegar ao norte do Estado, mas devido à existância de uma pedreira após Luzitania, que demandaria altos investimentos com maquinário para retirá-la, ela acabou apenas com 25 km e três estações. Em 1951, foi comprada pela Cia. Paulista, depois de anos de administração desta última, e teve o nome alterado para o do ramal. Em 16/06/1966, o trecho além de Doutor Fontes foi suprimido, e o trecho restante durou pouco tempo mais. Os trilhos foram retirados logo depois e as estações abandonadas.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Juca Quito recebeu esse nome em homenagem ao Cel. José Augusto de Oliveira, conhecido por Juca Quito, proprietário da fazenda São José e vereador em Jaboticabal. Morreu em 22/8/1915 (nascido em 29/12/1852), meses antes da inauguração da linha e da estação.

Em 1951, passou a ser uma das estações da Paulista, que adquiriu a ferrovia e a transformou no ramal de Luzitânia.

A estação foi rebaixada a parada em 1961.


O
ramal foi suprimido em 19/06/1966, mas o trecho de Juca Quito (entre Jaboticabal e Dr. Fontes) parece ter sobrevivido um pouco mais de tempo, utilizado como desvio para que a Paulista pudesse ainda utilizar e trazer materiais da pedreira em Dr. Fontes.

O prédio da estação foi demolido.





1961
À ESQUERDA:
O dia em que a estação fechou e foi rebaixada a parada (O Estado de S. Paulo, 30/9/61).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; O Estado de S. Paulo, 1961; Cia. Paulista: relatórios anuais, 1940-1969; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Foto sem data mostra a estação depois de uma reforma, provavelmente nos anos 1950. Arquivo Ralph M. Giesbrecht.


     
     
Atualização: 18.11.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.