A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Granja Julieta
João Dias
Santo Amaro-nova
...

ramal de Jurubatuba-1980
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2020
...
 
CPTM (2021-)
JOÃO DIAS
Município de São Paulo, SP
Ramal de Jurubatuba - km   SP-4812
Altitude: -   Inauguração: 05.11.2021
Uso atual: estação de trens metropolitanos   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 2000
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Jurubatuba foi construído entre 1952 e 1957 para encurtar a distância entre a Capital e Santos pela Sorocabana. Partindo da estação de Imperatriz Leopoldina, no tronco, a linha seguia até Evangelista de Souza, na Mairinque-Santos, no alto da serra, para dali descer para o porto. Transportando passageiros e cargas desde a abertura da linha em 1957, o ramal acabou por se tornar uma das linhas de subúrbio da Capital. Por volta de 1980 foi feita a duplicação da linha e a colocação da bitola mista, o que levou à demolição, por causa do óbvio alargamento do leito para comporatr duas linhas, de todas as estações originais que estavam no trecho entre Universidade e Jurubatuba, com a exceção desta última. Uma nova linha com novas estações foi entregue, agora com trens partindo de Osasco e não mais de Julio Prestes, mas somente em 2000 é que ficaram prontas todas as estações previstas para todo o trecho que hoje é atendido pelos TUES metropolitanos da CPTM. Até dezembro de 2001 o transporte de passageiros se resumia ao trecho entre Presidente Altino, no tronco, e Varginha, na entrada da área de mananciais. Nesse mês, o transporte foi suprimido para além de Jurubatuba. Daí até Evangelista a linha hoje está desativada até para cargueiros.
 
A ESTAÇÃO: O governo de São Paulo inaugurou na manhã desta sexta-feira, 5 de janeiro, a estação João Dias, da Linha 9- Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na Zona Sul da capital paulista. Esta é a primeira estação a ser construída pela iniciativa privada. A estação tem este nome devido a ter acesso fácil à avenida do mesmo nome (Jo[ao Dias), antiga estrada de Itapecerica.

A nova estação, que é a 20ª da linha Esmeralda, deve atender 10 mil passageiros por dia e começa a funcionar neste sábado (6) em horário integral, das 4h à 0h.

O projeto e construção da estação foram feitos pela Brookfield Properties e a adequação da via pela CPTM.

Iniciada em março de 2020, a construção contou com investimento de R$ 81 milhões, sendo R$60 milhões custeados pela iniciativa privada, fruto de um convênio assinado em 2014 entre a CPTM e a Brookfield Properties, e outros R$2 1 milhões de recursos da CPTM.

Localizada a 1,9 Km de distância da estação Granja Julieta e a 2 Km da estação Santo Amaro, a estação João Dias tem uma passarela de transposição da Marginal Pinheiros com 53,4 metros de extensão, que conecta a plataforma de embarque à estação.
Construída em uma área de 5,6 mil m², a nova estação oferece acessibilidade com três escadas rolantes, três elevadores, gerador próprio de energia, sistema de detecção e combate a incêndio, mecanismo para captação e reaproveitamento de água de chuva, sistema de energia solar, além de recursos tecnológicos para monitoramento completo por câmeras.

A estação João Dias também será a primeira entregue sem bilheteria. A compra de bilhetes na estação deve ser feita por meio de aplicativos de celular, máquinas de autoatendimento e estabelecimentos credenciados.

(O texto acima foi transcrito da G1-Globo.com em 5/11/2021).


ACIMA: Estação de João Dias, 05/11/2000 (Foto Rômulo D'Ávila/TV Globo).
     

A estação em 5/11/2021. Foto Rômulo D'Ávila/TV Globo

A estação em 5/11/2021. Foto Pedro Nardi

A estação em 5/11/2021. Foto Pedro Nardi
   
     
Atualização: 23.11.2021
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.