A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Moraes Salles
Júlio Tavares
Alfa
...

IBGE-1935

IBGE-1960
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1904-1971)
FEPASA (1971-1998)
JULIO TAVARES
Município de Tapiratiba, SP
Ramal de Guaxupé - km 30,683 (1938)   SP-2183
Altitude: 787 m   Inauguração: 01.04.1904
Uso atual: em pé; uso desconhecido (2010)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: Em 1903, a Mogiana iniciou as operações do ramal de Guaxupé, que saía da estação de Ribeiro do Valle, no ramal de Mococa, e seguia até Guaxupé, pouco após a divisa do Estado de Minas Gerais. Com a extinção do trecho final do ramal de Mococa que ia desde Ribeiro do Valle até Canoas, em 7/11/1966, o ramal de Guaxupé passou a ser o trecho que seguia de Casa Branca até Guaxupé, desaparecendo o outro ramal. O trecho entre Casa Branca e Guaxupé funcionou para trens de passageiros e de carga até 1977, quando a queda de uma ponte entre S. J. Rio Pardo e Ribeiro do Valle interditaram definitivamente a linha. Em 1986 o trecho entre Casa Branca e S. J. Rio Pardo foi reativado por um curtíssimo espaço de tempo. Por volta de 1992 os trilhos foram retirados.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Júlio Tavares foi inaugurada em 1904. Logo em 1909, "foi creado por decreto (de hontem) o lugar de guarda fiscal na estação de Julio Tavares, subordinado à colectoria de rendas estaduaes de São José do Rio Pardo" (O Estado de S. Paulo, 1/10/1909). O provável motivo de haver ali um fiscal foi sua localização junto à fronteira paulista-mineira.

O nome da estação parece ter sido dada a um advogado de Muzambinho em 1898, cidade mineira próxima à estação, Julio Cesar Tavares Paes.

Não se tem notícias da data da desativação da estação, mas os trens de passageiros (e mesmo cargueiros) deixaram de passar por lá em janeiro de 1977.

Em 1986, estava alugada para a Fazenda Santa Oziria (*RIF/F-1986).

Em cerca de 1992, a linha foi retirada. Não estive no local, mas informações de pessoas do arquivo de Ribeirão Preto (21/07/2000) diziam que o prédio ainda existia, abandonado e servindo de depósito, inclusive para tratores, vistos no local.

"Lá por 1986, a linha entre São José do Rio Pardo e Guaxupé estava perfeita, sem mato, sem nada. Íamos muito à fazenda da Barra, perto da qual ficava a estação de Júlio Tavares, e sempre andávamos pelos trilhos. Lembro-me que quando a Fepasa reativou a linha em 1986, colocou uma placa de divisa de estado a uns 200 metros da estação, na linha. Júlio Tavares, desde que me conheço por gente, sempre foi depósito de fazenda, o prédio sempre cheio de morcegos, não me lembro de ter visto alguém lá que trabalhasse para a Fepasa. Só as estações de Guaxupé e de São José do Rio Pardo é que ainda mantinham funcionários, mesmo quando o trem passava muito pouco por elas, durante os anos 1980" (Rômulo Favaro, 01/2003).

1904
AO LADO:
Inauguração da estação (O Estado de S. Paulo, 30/3/1904).

ACIMA
: A estação de Julio Tavares e sua localização no meio do mapa acima em 1939 (CLIQUE SOBRE O MAPA PARA VER A ÁREA AMPLIADA) (Arquivo Publico Mineiro).


ACIMA: Esquema do pátio de Julio Tavares em novembro de 1968 (Clique sobre a figura para ter maiores informações) (Acervo Museu da Companhia Paulista, Jundiaí, SP - Reprodução Caio Bourg).


ACIMA: Antiga casa de turma da estação de Júlio Tavares. É hoje moradia (Foto Nilson Rodrigues em fevereiro de 2010).

TRENS - Os trens de passageiros pararam nesta estação de 1904 a 1977. Na foto à esquerda, o trem do ramal está chegando em Itobi em 1972. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em 1948 e em 1968 (Guias Levi).
(Fontes: Nilson Rodrigues; Rômulo Favaro; Caio Bourg; Arquivo Publico Mineiro; Arquivo Municipal de Ribeirão Preto; Museu da Cia. Paulista, Jundiaí; O Estado de S. Paulo, 1904, 1909; FEPASA: Relatório de Instalações Fixas, 1986; Cia. Mogiana: relatórios oficiais, 1900-69; IBGE, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 1986. Foto do Relatório de Instalações Fixas da Fepasa desse ano

A estação em 1986. Foto do Relatório de Instalações Fixas da Fepasa desse ano

A estação de Júlio Tavares em 2/2010. Foto Nilson Rodrigues

A estação de Júlio Tavares em 2/2010. Foto Nilson Rodrigues
   
     
Atualização: 28.10.2019
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.