A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1899-1970):
Chapadão
Igaçaba
Rifaina
...
(1991-2001):
Chapadão
Igaçaba
Rifaina-nova
...

Linha do Rio Grande-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...

 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1899-1970)
E. F. Vale do Bom Jesus (1991-2004)
IGAÇABA
Município de Pedregulho, SP
Linha do Rio Grande - km 477,789   SP-0855
Altitude: 711 m   Inauguração: 22.11.1899
Uso atual: estação e moradia (2004)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Linha do Rio Grande foi inaugurada em seu primeiro trecho em 1886, e em dois anos (1888), já chegava a Rifaina, onde cruzava o rio Grande e mudava o nome para Linha do Catalão, que por sua vez chegou a Uberaba já no ano seguinte. Em 1970, as duas linhas foram seccionadas, com a construção da barragem de Jaguara. O trecho a partir de Pedregulho foi extinto, e logo depois, o trecho a partir de Franca também o foi. Em 1977, os trens de passageiros deixaram de circular, e em 1980, passou o último trem de carga. Em 1988, seus trilhos foram arrancados. Em 1990, foram recolocados os trilhos no trecho entre Pedregulho e Rifaina, constituindo-se a E. F. Vale do Bom Jesus, com fins turísticos.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Igaçaba foi aberta em 1899.

Em Igaçaba começa o trecho de descida da linha para o vale do rio Grande, até atingir a estação de Rifaina.

"Meu avô, Lodovico Toniato, quando veio da Itália em 1.891, ele se estabeleceu na região da linha do Rio Grande, entre Igaçaba e Rifaina. Inclusive, esta linha fazia divisa de sua propriedade, da qual ele tinha um desvio, onde ele carregava os vagões de café e também supria a ferrovia com lenha. Estou juntando vários documentos dele, para mostrar as futuras gerações de nossa familia, o desempenho e a criatividade que lhe era peculiar" (Nicolau Toniato, 06/2007).

A estação foi extinta em 01/07/1970, com o fechamento do trecho Pedregulho-Jaguara (*RM-1970). Os trilhos, mais tarde, foram retirados.

Mas, em março de 1991, a estação foi recuperada, e com a colocação de trilhos novos, passou a ser uma das quatro estações da linha turística da "Estrada de Ferro Vale do Bom Jesus", empresa tocada pela ABPF que faria circular, no antigo leito, trens a vapor até Rifaina.

A ferrovia funcionou por menos de cinco anos, até 1994, e parou quando parte de um aterro deixou a linha sem sustentação. A estação, que fica no aprazível distrito de Igaçaba, estava servindo de moradia e já dava sinais de falta de conservação.

Em 2015, a área da estação foi concedida à Prefeitura de Pedregulho pela Superintendencia do Patrimonio da União em São Paulo. A prefeitura, por sua vez, cedeu-a à APPF - Associação Pedregulhense de Preservação Ferroviária.

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A ESTAÇÃO VISTA DO SATELITE (gentileza Antonio Carlos Mussio)


ACIMA: A quietude de Igaçaba e de sua estação são contagioantes. Até os bancos da estação ainda estão lá. Pena que a falta de educação crônica não respeita a conservação das paredes e picha-as desavergonhadamente (Foto Wagner Gomes Reis, em 2007).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Wagner Gomes Reis; Cesar Café Barreto; Nicolau Toniato)
     

Estação de Igaçaba, em 28/12/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht

Estação de Igaçaba, em 28/12/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação em 06/2004. Foto Cesar Café Barreto
     
     
Atualização: 03.06.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.