A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Cerqueira César
São Bartolomeu-nova
Manduri
...

Tronco EFS - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2010
...
 
Estrada de Ferro Sorocabana (1953-1971)
FEPASA (1971-1998)
SÃO BARTOLOMEU-NOVA
Município de Manduri, SP
Linha-tronco - km 377,765 (1960)   SP-2830
Altitude: 705 m   Inauguração: 30.08.1953
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: c.1955 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A variante Botucatu-Bernardino de Campos foi entregue em 30 de agosto de 1953 e ligava a estação de Rubião Júnior à estação de Juca Novais inicialmente, com a estação nova de Avaré sendo entregue alguns anos depois. Várias estações foram construídas no trecho, todas de madeira. O trecho do tronco original entre essas estações foi suprimido ao mesmo tempo que o novo, bem mais curto, foi entregue. Ele hoje é parte do tronco da antiga Sorocabana, que deixou de ter trens de passageiros a partir de 16 janeiro de 1999.
 
A ESTAÇÃO: A estação de São Bartolomeu-nova foi inaugurada em 1953, quando da retificação do trecho. Ela substituiu a estação antiga de São Bartolomeu, colocada fora da linha e existente desde 1906.

São Bartolomeu
, a versão nova, foi demolida antes de 1986. Dela sobraram somente a plataforma e a placa, já apagada, como se pode ver pelas fotografias.

A estação fica ao lado da rodovia que liga Manduri a Cerqueira César. Também resta ali próxima a casa de chave seccionadora da rede aérea.

(Veja também SÃO BARTOLOMEU-VELHA)


ACIMA: Casinha típica da velha Sorocabana, que mostra que a estação velha de São Bartolomeu ficava muito próxima à nova. Notar a linha dupla, que indica estar já no pátio de cruzamento da estação nova (cuja plataforma, que foi o que sobrou, está para a esquerda) (Foto Douglas Nascimento em 14/8/2010).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Adriano Martins; Douglas Nascimento; E. F. Sorocabana: Relatórios anuais, 1875-1969; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Restos das fundações do prédio da estação (22/10/2000). Foto Ralph M. Giesbrecht

A plataforma da estação, com a placa. Vêem-se também restos da eletrificação, retirada entre 1999 e 2000 (22/10/2000). Foto Ralph M. Giesbrecht

A casa da sub-estação, em 12/2006. Foto Adriano Martins

Entrada do pátio da estação, em 12/2006. Foto Adriano Martins
   
     
Atualização: 22.06.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.